sábado, 28 de junho de 2014

TV AT estreia série “Identidades” na TVE




Estreia nesta segunda-feira, dia 30.06, às 19h30, na TVE Bahia, a série inédita “Identidades”, que tem dez episódios de 26 minutos cada e foi produzida pela TV Anísio Teixeira, da Rede Anísio Teixeira, da  Secretaria de Educação da Bahia. Em formato de programa de auditório, com apresentação do ator Marinho Gonçalves  e contando com a participação dos alunos da Rede Pública Estadual de Ensino, que lotaram as plateias, o “Identidades” apresenta aos jovens baianos o trabalho de artistas da nossa terra das mais variadas vertentes culturais, como o cantador Xangai e o cantor e compositor Dão, ou as bandas Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta, Baianasystem e o cantor e compositor Riachão. A série vai ao ar na TVE de segunda a sexta, do dia 30 de junho ao dia 04 de julho e depois do dia 07 ao dia 11 de julho, sempre às 19h30.



Dividido em dez temas – Saudade, Paixão, Sonho, Ciúmes, Medo, Liberdade, Solidão, Alegria, Resistência e Fé – o novo programa tem por objetivo fazer com que os estudantes interajam com as manifestações culturais e expressões artísticas baianas, muitas delas desconhecidas para eles, e que possam extrair conhecimento desta experiência, entendendo que ao redor, no cotidiano de cada um, existe saber. Gravada no Teatro Solar Boa Vista, a série “Identidades” agrega um material diverso que pode ser utilizado também em sala de aula para disparar atividades sobre cultura, diversidade cultural, música baiana e regionalidade, demonstrando o quanto a produção artística é ao mesmo tempo atual e ligada às raízes da tradição.



Os pilares da nova produção são a música, a poesia, imagens de vídeo-arte, vídeo-clipes, fotografias, obras de arte famosas, e outras influências artísticas escolhidas cuidadosamente pela equipe pedagógica da Rede Anísio Teixeira e lançadas no telão do cenário pelo VJ Sal. Nos intervalos o DJ Bandido comanda a festa, fazendo a plateia cantar e dançar com músicas eletrônicas, além das músicas das bandas e cantores que se apresentam.




Os guias pedagógicos de cada episódio da Série Identidades estão disponíveis no Ambiente Educacional Web (ambiente.educacao.ba.gov.br). Informações: (71) 3116-9038 ou  tv.anisioteixeira@educacao.ba.gov.br

“IDENTIDADES”

Tema 1 : Saudade
O cantador Xangai, a dupla Dois em Um e o cantor Dão, acompanhado de parte da sua banda, a Caravana Black, cantam e comentam o tema. O artista plástico Marcos Costa expressa a sua saudade através de um quadro, que é confeccionado durante o programa e apresentado à plateia no final. Em todas as edições o Identidades trabalha o tema através da poesia, do teatro, da literatura, e claro, da música.

Tema 2: Paixão
Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta, o cantor Riachão e a banda Baianasystem, comentam o tema que também é trabalhado pelo apresentador e demais artistas presentes no palco do “Identidades”.

Tema 3: Sonho
A cantora Cláudia Duth, a banda Sambatrônica e o cantor, compositor e multi-instrumentista Luiz Caldas, cantam e falam sobre o sonho, tema da edição de número três do “Identidades”, que traz ainda as artes plásticas, representadas pela presença de Bruno Marcelo. Fragmentos de canções, poesias, literatura e textos teatrais são utilizados pelo apresentador para criar uma atmosfera onírica nesta edição.

Tema 4: Ciúmes
A cantora Juliana Ribeiro, o grupo Garagem e a banda A Volante do Sargento Bezerra compõem as atrações musicais desta edição. Um casal de atores mostra através de um esquete teatral como o ciúme pode interferir na vida conjugal, de maneira divertida e engraçada. Fragmentos do texto de Shakespeare “Otelo” e de “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, são trazidos pelo apresentador, assim como poemas e fragmentos de letras de músicas.

Tema 5: Medo
A Ministério Público, a banda Radiola e o cantor e compositor Raimundo Sodré, compõem a tríade musical desta edição. A dançarina Audrey Consiglio,  com a sua cobra, e o artista plástico Jayme Figura contextualizam e falam sobre o medo.

Tema 6: Liberdade
As bandas O Circulo, Retrofoguetes e o cantor e compositor Lazzo Matumbi formam a tríade das atrações musicais. A trapezista Audrey e o grupo de Ginástica Rítmica formado por crianças trazem o tema da Liberdade para o corpo, preenchendo o programa com movimento.

Tema 7: Solidão
O cantor Paquito, a banda Theatro de Séraphin, a cantora Rebeca Matta, a dançarina Norma Santana e o artista plástico Wylliams Martins estão na sétima edição do programa. Wylliams convida parte da plateia a participar da confecção da sua tela, comentando que para fugir da solidão a que o artista muitas vezes está submetido pelo seu ofício criativo

Tema 8: Alegria
A cantora Márcia Castro, o multi-instrumentista Peu Meurray, o grupo de samba de roda Barlavento, a dupla de palhaças Floricotta e Furabolo, que fazem a alegria da plateia através de brincadeiras próprias do circo-teatro, formam as atrações desta edição do “Identidades”. A alegria do ponto de vista da população baiana é comentada durante o programa pelo apresentador e pelos convidados.

Tema 9: Resistência
O cantor, compositor, cordelista e repentista Bule-Bule, o coletivo Simples Rap´ortagem e o cantor e compositor Geraldo Cristal, juntos com o B. Boy Ananias e Grupo de Dança de Rua fazem esta edição especialmente contestadora e, traz uma visão crítica da arte de resistência, da arte de periferia. A pobreza e as desigualdades sociais, bem como o racismo, e as influências do reggae jamaicano na música de Geraldo Cristal são apresentadas, conjuntamente com uma tela grafitada pelo artista Fael 1º, cuja confecção, por conta do material utilizado, é mostrada através de vídeo.

Tema10: Fé
A cantora Clécia Queiroz, o Grupo de Dança e Reizado da FUNCEB, a banda de Pífanos de Bendegó e o cantor e compositor Gerônimo Santana traduzem as suas  visões de fé, além de letras de canções, poesias, imagens do telão, manifestações da cultura popular, de origem africana e de origem européia, fazem desta edição um exemplo de como tratar o tema através das artes.



[Fonte:]

ASCOM - Assessoria de Comunicação
IRDEB / TVE Bahia / 107.5 Educadora FM
Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia
Tel. (71) 3116-7443 / 7359

domingo, 8 de junho de 2014

COMO TORNAR PÚBLICO O ARQUIVO PÚBLICO?


Fachada do prédio do Arquivo Público - Foto: Lucas Caldas


Por: Valdineia Oliveira e Telma Gonçalves


Tendo como motivador esse questionamento, a Curadora-chefe da 3ª Bienal da Bahia, Ana Pato promove o projeto Quinta na Quinta que vai acontecer no Arquivo Público do Estado da Bahia (Baixa de Quintas), a partir do dia 17 de julho, e tem por objetivo tornar esse local num espaço de visitação para professores e alunos.

O projeto conta com uma equipe de artistas que irão expor seus trabalhos no entorno do arquivo compondo um mosaico de intervenções artísticas. Também será aberto ao público o acervo do antigo museu Estácio de Lima,  conhecido como museu Nina Rodrigues. O acervo desse museu contém seções para estudos antropológicos, como objetos de rituais litúrgicos do candomblé que foram apreendidos pela polícia. Contém, ainda, objetos da cultura indígena e do Cangaço, especificamente sobre o grupo de Lampião. Assim, as portas do Arquivo Público abrem-se aos professores da rede estadual; programem visitas guiadas.   

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Formação no NTE 04


Por Geraldo Seara


Esta semana os professores de Santo Antônio de Jesus, Nazaré, Cruz das Almas e Vera Cruz participam da Formação para a Produção de Vídeos Educacionais. Esta é uma iniciativa da Rede Anísio Teixeira em parceria com a Facom/UFBA.

Eis um dos frutos das oficinas realizadas. Assista:

video


Para este vídeo, uma vez definido o tema (redes sociais), os envolvidos expuseram suas opiniões sobre o assunto, de modo bastante divergente. Essa diferença de opinião, que, inicialmente, poderia resultar em 2 vídeos, proporcionou uma produção muito mais rica, impregnada de sentidos e conceitos que merecem muito a nossa atenção. 

Abaixo, os professores trabalhando.




Prof. Leonardo Abreu
Prof. José Roberto Severino
















 
::
Contador de Visitas Para Blogs